Executivo Municipal oferece novo índice de reajuste salarial do funcionalismo

Na manhã desta terça-feira (09/11), a diretoria do SIMTRI se reuniu pela segunda vez com o prefeito Murilo Machado, o vice prefeito Nelson Saraiva Aguilheiro e o secretário da Fazenda Rogério Pisetta para negociar o dissídio 2020.

A primeira reunião aconteceu no dia 14 de janeiro. Na ocasião, os representantes do sindicato apontaram que as perdas salariais dos servidores públicos nos últimos anos, era de 3,32%. Embora a proposta inicial do SIMTRI fosse de 10%, o presidente Diovane Castro disse que qualquer porcentagem inferior ao acumulado da inflação + metade das perdas salariais, dificilmente deixaria a categoria satisfeita.

O IPCA, um dos índices usados para o reajuste, que é o cumulado da inflação dos últimos 12 meses foi de 4,19%. Levando em conta as perdas salariais dos servidores públicos, os gestores apresentaram uma contraposta de 6% para a Revisão Geral Anual do funcionalismo e o mesmo índice para reajuste dos vales alimentação e transporte.

O vice-presidente do SIMTRI, Jorge Umann ressaltou que em decorrência da Reforma da Previdência, a contribuição do FAPETRI que atualmente é de 11%, passará no mês de março para 14%. “Nosso problema hoje é o aumento de três pontos percentuais na contribuição do FAPETRI, que vai resultar em um prejuízo para os servidores que receberão menos do que recebiam há um ano”, finalizou.

Silvio Lorensi, que é membro do conselho fiscal da entidade sindical, disse que a maior necessidade é estabelecer uma política salarial, para elevar os salários básicos do município, que são muito baixos quando comparados os mesmos salários em municípios vizinhos, com menor arrecadação que Triunfo. Jorge complementou, dizendo que se não fossem os 12% de aumento, concedidos através dos biênios, alguns servidores não receberiam sequer um salário mínimo no fim do mês.

Depois de mais de uma hora de debate e negociação, o poder Executivo fechou a contraposta em 7% de reajuste aos servidores, valendo o mesmo índice para os vales transporte e alimentação.

A proposta será levada para apreciação da categoria, em Assembleia Geral Extraordinária, que acontece nesta quarta-feira (12/02), com início às 17h30 (dezessete horas e trinta minutos) em primeira chamada e às 18h (dezoito horas), em segunda e última chamada, na Sede Social do SIMTRI, na Rua Adelino Lopes da Silva, nº 714, Bairro Creche.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − nove =