SIMTRI abriu as portas para palestra sobre Setembro Amarelo

Idealizado pelos professores da Escola Estadual Afonso Machado Coelho, Camila Rodrigues e Marcos Freitas e pela professora da Escola Municipal Farroupilha, Rita de Cássia Machado, juntamente com o Serviço de Saúde Mental da Infância e da Adolescência (SESMIA), o evento aconteceu nesta terça-feira (24/09), às 20h, na sede social do Sindicato dos Servidores Municipais de Triunfo (SIMTRI), com o apoio da Frente Cidadã de Triunfo, através do professor Claudio Humberto da Costa, que também é responsável pelo Departamento Cultural do SIMTRI.

A palestra foi realizada dentro da programação do Setembro Amarelo, do SESMIA, na campanha de conscientização e prevenção do suicídio. Estiveram presentes alunos das Escolas Municipal Farroupilha e Estadual Afonso Machado Coelho. O tema seguirá sendo trabalhado pelos professores destas escolas depois do evento, que também contou com a presença de membros da comunidade e diretoria do SIMTRI.

O assunto foi abordado pela psicóloga formada pela PUC, com especialização em Terapia Familiar e mestrado em Educação Comunitária, Ana Neri Nascimento. Ela falou da importância de romper o silêncio para falar sobre depressão e suicídio, entendendo que desta forma, a pessoa pode se abrir para buscar ajuda e apoio.

A psicóloga que integra a equipe do SESMIA alertou que muitas coisas são faladas e consideradas mitos sobre o suicídio. “As pessoas, às vezes minimizam o sofrimento do outro, falando coisas tipo: depressão é falta de Deus, que se machucar é pra chamar atenção e etc…”, disse.

Ana Neri ressaltou que neste momento é muito importante escutar e acolher o sofrimento do outro, porque existem alguns sinais de que o adolescente está deprimido. Quando acha que ninguém se importa com ele, o isolamento social e a tristeza persistente.

“Salientamos a importância de uma boa rede de cuidados, amigos e ajuda profissional. Nossa sociedade também precisa aprender a ter empatia, somente desta maneira poderemos ajudar aos adolescentes que realmente sofrem”, concluiu Ana Neri.

O evento teve também a participação da coordenadora do SESMIA, a fonoaudióloga, Deise Cunha Ibanez, que fez uma explanação sobre a estrutura do serviço, dentro do Postão Municipal, para atendimento de crianças e adolescentes.

É fundamental que esse espaço seja utilizado para eventos relevantes como a palestra que acolheu alunos de duas escolas levando esclarecimento e abrindo um espaço para uma discussão importante como é a depressão. O mês de setembro é dedicado à prevenção do suicídio e cada vez mais, estamos conseguindo quebrar o silêncio com relação a este assunto que atinge cada vez mais pessoas no mundo inteiro. O SESMIA agradece ao SIMTRI que cedeu com presteza o espaço e espera contar sempre com o apoio desta entidade para que outros eventos possam acontecer”, declarou Deise.

SOBRE O SESMIA – Serviço de Saúde Mental da infância e Adolescência. O órgão faz parte da Secretaria Municipal de Saúde de Triunfo e tem papel fundamental para a promoção da saúde mental e a prevenção de transtornos e sofrimento psíquico. O serviço existe desde a abertura do Postão e é um ambulatório de saúde mental, formado por uma equipe multidisciplinar e composta por psicólogos, terapeuta ocupacional, psiquiatra, fonoaudiólogas, educadora física, estagiários e apoio administrativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =